La Palabra de Dios

Marcos 8. 31-38

Luego comenzó a enseñarles que el Hijo del Hombre debe sufrir un gran sufrimiento, y ser rechazado por los ancianos, los principales sacerdotes y los escribas, y ser asesinado, y después de tres días resucitar. Dijo todo esto abiertamente. Pedro lo llevó a un lado y comenzó a reprenderlo. Pero volviéndose y mirando a sus discípulos, reprendió a Pedro y dijo: “¡Apártate de mí, Satanás! Porque estás pensando no en cosas divinas sino en cosas humanas.”

Llamó a la multitud con sus discípulos, y les dijo, “Si alguno quiere convertirse en mis seguidores, que se niéguense a sí mismos y tomen su cruz y me sigan. Porque aquellos que quieren salvar su vida la perderán, y aquellos que pierden su vida por mi bien, y por el bien del evangelio, la salvarán. ¿Por qué les beneficiará ganar el mundo entero y perder su vida? De hecho, ¿qué pueden dar a cambio de su vida? Aquellos que se avergüenzan de mí y de mis palabras en esta generación adúltera y pecaminosa, de ellos el Hijo del Hombre también se avergonzará cuando venga en la gloria de su Padre con los santos ángeles.”

Carátula Evangelio / Evangelho 1

Marcos 8. 31-38

Jesus começou então a ensinar aos discípulos: «É preciso que o Filho do Homem sofra muito, seja rejeitado pelos anciãos, pelos chefes dos sacerdotes e pelos doutores da lei; que seja morto e depois de três dias ressuscite.» Jesus falava abertamente sobre o assunto. Mas Pedro chamou-o à parte e começou a censurá-lo por dizer aquilo. Jesus voltou-se, olhou para os discípulos e repreendeu Pedro: «Sai da minha frente, Satanás! Só percebes as coisas humanas e não as de Deus.»

Depois chamou a multidão, juntamente com os discípulos, e disse: «Se alguém quiser acompanhar-me, renuncie-se a si mesmo, pegue na sua cruz e siga-me. Quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a vida, por causa de mim e do evangelho, a salvará. Pois que proveito tem alguém em ganhar o mundo inteiro e perder a vida? Que poderá uma pessoa dar em troca da sua vida? Portanto, se alguém dentre esta gente infiel e pecadora tiver vergonha de mim e do que eu ensino, também o Filho do Homem, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos, terá vergonha dessa pessoa.»


Reflexión

Hoy nos ofrece la reflexión del Evangelio el padre Ignacio Belo

Este segundo domingo da quaresma, apresenta-nos um texto do Evangelista Marcos na viagem de Jesus pela Galileia. Num conjunto de episódios de curas e milagres e após a profissão de fé de Pedro. Pedro acredita que Jesus é o Cristo, o Ungido de Deus, o enviado, que entre a humanidade realiza feitos grandiosos à Imagem dos grandes eventos dos Profetas e Patriarcas de Israel.

O texto que lemos hoje é o primeiro anúncio da Paixão de Cristo. É um textos estranho, quase assustador, intrigante: o sofrimentos, a rejeição e a morte, são anunciadas como inevitáveis, por culpa de chefes, sacerdotes e escribas. Jesus cria nos discipulos um ambiente em que tudo parece estar organizado para correr mal com Jesus. A incompreensão dos discipulos sobre o que Jesus diz parece adensar o mistério do seu percurso histórico. A ideia de um Cristo que é Rei e caminha para a morte, escandaliza os que o seguem.

Ilustración que representa a Jesús con la cruz a cuestas

Pedro apressou-se a recriminar esta postura do Mestre. Ao ser portavoz dos companheiros, querendo que tais acontecimentos, agora anunciados por Jesus não vão acontecer. A interveção de Jesus na sequências desta postura dos apóstolos e particularmente das palavras de Pedro, deixam-nos a convicção de que os discipulos não estão preparados para tudo o que vai acontecer com Jesus. Tal como hoje nós, continuamos a não estar preparados para o sofrimento, para a rejeição, para a morte.

O definitivo de Jesus é a ressurreição. É para ela que Jesus Caminha. É a ressureição que conduz os passos do Senhor Jesus, que o dinamiza, que estrutura toda a sua vida e sua pregação. Pensar as coisas de Deus é muito difícil para os apóstolos, tal como é para cada um de nós hoje. Quando pensamos apenas no dia a dia, nos passos da nossa jornada em cada dia e em cada tarefa. Estamos focados em nós, no passa e não no definitivo. Diferente de pensar as coisas de Deus é estarmos focados apenas nas preocupações de cada dia, sem horizonte de eternidade de permanecer com Deus para alérm desta breve passagem pelo mundo de sofrimento, aflições, aborrecimentos, canseiras, zangas, divergências, guerras.

Desejo-te um tempo santo de quaresma, nestes dias que nos conduzem à ressurreição, de identificação com as coisas de Deus, de busca no dia a Dia de tudo o que faça a vontade do Pai e os ensinamentos de Jesus Cristo, nosso Mestre.


La Colecta:

Oh Dios, cuya gloria es siempre tener misericordia: Sé benigno a todos los que se han descarriado de tus caminos, y tráelos de nuevo con corazones penitentes y fe firme, para recibir y abrazar la verdad inmutable de tu Verbo, Jesucristo tu Hijo; que vive y reina contigo y el Espíritu Santo, un solo Dios, por los siglos de los siglos. Amén.

Comparte